Gossip guys: Homens e mulheres cozinham a sujeira de maneira diferente

De Cari Nierenberg 

Alguém assistiria a um spinoff de TV na CW chamado “Gossip Guy”? Não, a rede não está considerando isso – mas um novo estudo sugere que teria linhas e diálogos diferentes do que o hit original.

Quando os caras cozinham a sujeira, essas conversas têm um efeito muito diferente nas amizades masculinas do que quando as meninas fofocam com suas amigas, descobriu um pesquisador canadense..

“Fiquei surpreso ao descobrir que a relação entre amizade e fofoca era diferente para os homens em comparação com as mulheres”, diz o autor do estudo Dr. David C. Watson, professor assistente de psicologia na Universidade Grant MacEwan, em Edmonton..

Para o estudo, publicado on-line na revista Sex Roles, pesquisadores pediram a 167 estudantes universitários do sexo feminino e 69 do sexo masculino que completassem um questionário de “amizade” e “tendência a fofocar”. Os alunos tinham entre 17 e 29 anos.

No geral, as mulheres tendem a fofocar mais do que os homens, o que não é um grande choque.

E quando se tratava dos tópicos que as senhoras preferiam falar, o estudo mostrou que eles tinham mais fofocas sobre a aparência física de outra pessoa do que em “OMG, amo o novo corte de cabelo!” ou “Essas não são as calças certas para ela”.

Gals também tiveram pontuações mais altas que os caras em “fofoca de informação social”, significando que eles sabiam o que estava acontecendo. Eles podem falar sobre quem está namorando quem, quem se separou ou se ligou, ou quem odeia seu chefe.

Os homens tiveram menor pontuação nessas duas categorias de fofoca. Mas eles pontuaram um pouco mais alto quando se tratava de “fofoca relacionada a conquistas”, que se refere a disparar a brisa sobre notas ou salários, e outras coisas orientadas para o status.

Mas onde a grande diferença entre homens e mulheres apareceu, foi o efeito da fofoca na amizade.

“A amizade masculina é mais caracterizada pelo envolvimento em atividades de grupo”, explica Watson, “então a fofoca pode servir para aumentar o vínculo entre os indivíduos dentro do grupo”.

A fofoca demonstrou ter um efeito moderadamente forte nas amizades masculinas, talvez porque a ligação entre os irmãos está mais ligada ao status. Quando os caras têm mais conhecimento e controle de informações, é uma maneira de obter mais status.

Esse não foi o caso das mulheres. Os resultados sugerem que havia muito pouca relação entre fofocas e a qualidade das amizades femininas.

“As amizades femininas são mais caracterizadas pela comunhão ou intimidade”, diz Watson. “A fofoca pode ser mais uma ameaça ao relacionamento do que nas amizades masculinas.”

Se os fofoqueiros fossem mais velhos, teria havido resultados semelhantes? “É possível”, aponta Watson. Ele diz que dois outros estudos feitos com homens um pouco mais velhos descobriram que “a fofoca era importante para impor as normas do grupo e indicar quem pertence ao grupo”.

Enquanto fofoca tem seu lugar na “cola social” de nossas vidas, também tem o potencial de machucar e prejudicar.

“A fofoca tem uma importante função de amizade, pois pode ser positiva, negativa ou neutra”, diz Watson. “Sua função pode ser diferente devido à natureza das amizades masculinas e femininas”, acrescenta.

Relacionado: 

  • Devemos chamar isso? Um novo tipo de aconselhamento de casais
  • Boa fofoca: espalhamos rumores para proteger os outros
  • Um amigo ruim – ou uma colega de quarto ruim – pode realmente deixá-lo doente