Eu estou pagando todas as contas – e agora eu me ressinto do meu namorado

Esta semana, uma leitora diz que não é mais atraída pelo namorado porque paga todas as contas, enquanto outra diz que está chateada porque o marido não quer ter filhos. A especialista em relacionamentos, Dra. Gilda Carle, corta a penugem com seus conselhos amorosos na série “30 segundos de terapeuta” do TODAY.com.

Q: Meu namorado e eu namoramos há pouco mais de quatro anos. Um ano atrás, nos mudamos para que eu pudesse continuar meu diploma. No começo, ele não queria se mover, mas acabou se movendo comigo no final. Consegui um emprego para ele onde estava trabalhando e ele foi demitido. Agora estou pagando todas as contas, indo para a escola e trabalhando. Ele é cinco anos mais velho do que eu e não suporto ter que cuidar dele. Não me sinto atraído por ele e não fizemos sexo em pelo menos dois meses. Não sei se não estou mais atraído porque ganhei peso, estou estressado ou o quê. Eu quero terminar, mas, novamente, eu não, embora metade do tempo eu não possa suportá-lo. A única vez que parecemos nos dar bem e ser como nos velhos tempos é quando nossos amigos estão por perto. Não tenho certeza se só vou ficar porque não conheço mais ninguém aqui, a não ser por ele, ou se ainda o amo. Sugar Mama Confused

Caro Sugar Mama,

Namorada, você se autoproclamava de mãe para o seu filho-da-mãe mimado. Você não está mais fazendo sexo porque não quer fazer amor com seu filho improvisado! Você ganhou peso porque está enchendo a raiva de seu corpo, em vez de se equilibrar com o cara para ter uma vida!  

No modo agressivo passivo, seu namorado disse que ele não queria se mudar, mas o fez – e fez você pagar pelo privilégio de sua companhia. Minhas Gilda-Gram™ explica: “Um comportamento continua enquanto houver um pagamento.” Você está simbolicamente “trocando as fraldas” com o cara, e o bebê está curtindo. Sem respeito por ele, você geme: “Na metade do tempo eu não suporto ele.” Livre-se do medo de andar sozinho e veja-se como uma mulher talentosa! Namorado? Que namorado? —Dr. Gilda

Q: Meu marido (33) e eu (26) somos casados ​​há quase um ano e meio, mas estamos juntos há sete anos. Ele tem dois filhos de um relacionamento anterior, com idades entre 11 e 7 anos e meio que temos 50% do tempo. Ficamos noivos por dois anos porque eu queria ter certeza de que estávamos na mesma página sobre ter mais filhos. Eu queria a opção na mesa e eu sabia que ele realmente não queria mais filhos, mas ele disse que estaria bem em ter mais um.

Agora que estamos casados, tudo o que sai de sua boca sobre ter filhos ou crianças em geral é negativo. Nós começamos em alguns argumentos sobre isso desde que é casado e agora ele diz que definitivamente não quer ter outro filho. Eu disse a ele que é um aconselhamento ou um divórcio, mas não sei o que fazer. Eu amo meu marido mais do que tudo, mas posso me ver começando a me ressentir com ele e seus filhos, porque eu quero ter um dos meus. Eu dou tanto da minha vida para seus filhos, e seria um tapa na cara para nunca ter um dos meus próprios. Eu às vezes desejo que eu descubra que não posso ter bebês, então a decisão não depende de mim. Estou perdida agora. Por favor ajude! Mamãe em espera

querida mãe,

Marido mudou sua promessa de planejamento familiar no meio do jogo. Você pode continuar a criar mais ressentimento, ou esperar que a decisão de não ter bebês seja feita por alguma força externa. Mas uma abordagem mais produtiva é agir! Em um tom amoroso, sem acusação, comece uma conversa franca com seu homem sobre como você sentir.  Peça-lhe para ajudá-lo a resolver isso. Se o amor entre vocês é tão sólido quanto você diz, ele também desejará acessar os sentimentos dele. Isso pode exigir a ajuda de um conselheiro matrimonial.

Vocês estão suprimindo suas emoções, o que mantém o ressentimento se acumulando e não chega a nenhuma solução. Embora não haja garantias de que ele virá, como você é atualmente não comunicar garante uma continuação deste impasse! —Dr. Gilda

Quer que a Dra. Gilda responda suas perguntas sobre relacionamento? Envie-os em!

A Dra. Gilda Carle é a especialista em relacionamento com as estrelas. Ela é professora emérita, escreveu 15 livros e a última é “Não aposte no príncipe!” – Segunda edição. Ela fornece conselhos e coaching via Skype, email e telefone.