Aos 18 meses, os sêxtuplos de Masche fazem o dano x 6

A temporada de gripes e resfriados é uma preocupação para qualquer pai com filhos pequenos, mas para a mãe sextuplet Jenny Masche, uma preocupação ainda maior pode ser a febre da cabine.

Na parte oito de uma continuação da série HOJE, narrando a incrível jornada de Jenny e marido Bryan na maternidade seis vezes, os Masches abriram sua casa em Lake Havasu City, Arizona, para conversar via satélite com Meredith Vieira na segunda-feira..

Levantar seis bebês em uníssono está tentando o suficiente, mas agora que Savannah, Bailey, Grant, Cole, Molli e Blake têm 18 meses, a casa do casal nunca parece grande o suficiente para conter meia dúzia de bebês com mamadeira..

O desejo de vaguear“Eles querem vaguear e ficam entediados e começam a ter problemas”, disse Jenny Masche a Vieira. “Eles começam a puxar o cabelo e morder e ficam nervosos, e eu só quero sentar no canto e chupar meu polegar.

“É basicamente no dia a dia que eles ficam entediados. Você sabe, eu não posso seguramente levá-los ao parque ainda sozinho e fazer certas coisas. Mas eu tenho alguns bons amigos para levá-los a casas diferentes para que eles possam sair para fora da casa. ”

Apesar de tais desafios logísticos, os Masches parecem levar as provações e as tribulações de aumentar sua meia dúzia de indecentes, muitas vezes cacofônicas. O casal, que sofreu vários inícios falsos e dois abortos espontâneos de Jenny antes de um tratamento de inseminação artificial produzir uma recompensa em 11 de julho de 2007, dizem que contam suas bênçãos todos os dias..

Os sêxtuplos vieram ao mundo seis semanas antes do parto e a mãe Jenny teve uma parada cardíaca durante o parto. A ninhada, pesando de 2 a 3 libras cada, nasceu com vários graus de saúde, mas eles voltaram para casa, dois de cada vez, ao longo de três semanas..

Seis personalidades distintasA maior revelação para os Masches é observar os seis desenvolverem suas próprias personalidades distintas. A alegria de Jenny é aparente quando ela clica o que faz com que cada especial.

A primogênita Savannah é a diva dos sêxtuplos em treinamento, a quem Jenny diz ser “nossa princesinha, ela é totalmente menina”. Bailey é a líder, e “sempre foi a chefe desde o primeiro dia”, diz sua mãe. Grant, o maior dos seis, é apelidado de “o gigante gentil” pelos Masches.

Jenny Masche diz que o filho Cole tem “o espírito mais doce de todos”, mas também o hábito mais doloroso: morder a atenção da mamãe, ganhando o apelido de “Co-Co Chomper”.

Blake é o “homem selvagem” residente que “pode ​​jogar o maior ataque de todos eles”, diz Jenny. Filha Molli é a verdadeira alma Zen do grupo, acrescenta ela. “Se todos fossem como Molli, nossa vida seria um pedaço de bolo e teríamos seis filhos novamente!”

Agora que os bebês chegaram à fase de bebês, um vislumbre de normalidade retornou à casa dos Masche. Jenny voltou a trabalhar meio período como assistente de um médico para ajudar a pagar as contas assustadoras que gera seis filhos. Bryan, um representante de vendas farmacêuticas, está terminando o trabalho em seu MBA.

Fazendo as despesas
As finanças nunca estão longe das mentes do casal – presentes de pessoas bem-intencionadas, doações de fraldas para empresas e roupas em forma de fórmula e de segunda mão de amigos ajudaram a manter a família à tona até os dias de hoje..

Bryan Masche disse a Vieira que a família está prosperando mesmo quando enfrenta o desafio de fornecer para seis crianças.

“Fomos muito abençoados”, disse ele. “Tivemos muita sorte de que todos os fins pareciam ser encontrados de alguma forma, e o Senhor realmente foi bom para nós. Todos são saudáveis, felizes e bem alimentados ”.

Enquanto o casal se empolgava com o pacote de seis durante a aparição de HOJE – raramente mais do que quatro das crianças erradas conseguiam fazer uma câmera filmar a qualquer momento – Bryan sorriu orgulhoso e disse a Vieira “como você pode ver, todo mundo está indo muito bem .

Jenny ainda está lidando com as consequências físicas do nascimento de seis bebês. Depois de recuperar sua saúde bem o suficiente para correr uma maratona em julho, ela foi diagnosticada com o que ela diz “foi uma hérnia gigante no centro do meu estômago”, e teve a cirurgia pouco antes do Dia de Ação de Graças.

“Ele traz de volta todas as memórias da minha recuperação difícil depois que os bebês nasceram”, diz ela. “A parte mais difícil é não conseguir pegar as crianças por seis semanas – elas simplesmente não entendem que a mamãe não pode pegar crianças de 25 quilos!

“Mas está tudo bem”, disse ela a Vieira. “Estou me sentindo ótimo e estamos prontos para começar a correr novamente.”

Ninhada barulhentaJá se divertindo com a experiência de ver seus bebês crescerem em crianças, Jenny diz que ainda aguarda o dia em que a razão pode ganhar o dia com seus seis filhos..

“Ficarei animada quando eles puderem conversar para que eu possa argumentar com eles”, diz Jenny. “Eu sinto que estou constantemente dizendo: ‘Não, não, não, oh não, não, não faça isso! Não, venha aqui por favor, não! É como a única palavra no meu vocabulário agora. Então, para aqueles momentos desanimadores, eu tento perceber que esta é uma estação preciosa da vida e digo: “Isso também passará.”

Bryan, que compara seu trabalho como pop a “trabalhar a segurança em um show de rock”, disse a Vieira que o ajuste mais difícil é lidar com o barulho que seis crianças criam.

“Você simplesmente não podia imaginar, Meredith”, disse Bryan. “É tão alto. Eu sinto que alguém está levando uma broca diretamente na minha testa.